A própria vida já é uma escola das emoções. Só precisamos estar dispostos a aprender com o que elas vêm nos ensinar. Em um mundo com tantos estímulos que voltam a nossa atenção para o externo, é fundamental reservar um tempo para refletir, sentir e expressar o que se passa dentro de nós.

O planeta precisa de pessoas preparadas para sensibilizar as relações nos diversos espaços em que convivemos. Para isso, de 2015 a 2019 A Escola das Emoções ofereceu programas de educação emocional para ajudar indivíduos e grupos a lidarem com o que sentem de forma positiva. Nesse caminho, os sentimentos é que são os professores. O propósito é fortalecer a harmonia interna e a presença observadora que adquire sabedoria com as experiências.

Hoje estamos em pausa, prestando muita atenção nas emoções, e nos movimentos que elas sugerem para atender urgentes necessidades intrapessoais, interpessoais e sistêmicas. Desejamos que você possa estar em segurança enquanto lê essa mensagem. Aqui você pode escutar nossa mensagem para este momento.